Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

17
Abr19

"Professor" Miguel

Revista Saúda

professor Miguel.jpg

Incentivei mais a evolução do Miguel do que a do Dinis. Por exemplo, na linguagem. Com o Dinis tenho menos disponibilidade, porque já é o segundo filho. Mas agora é preciso intervir menos porque o irmão é quase um professor para ele. Para o Dinis, o Miguel é um estímulo e um exemplo. É quase um ídolo. Ele está sempre a observar como o mano se porta, como brinca, como faz certas tarefas. E, claro, vai imitando o irmão.

Zara

14
Abr19

Que crescido!

Revista Saúda

Dinis 2 anos.jpg

No dia 12, o Dinis fez dois anos. Calhou a uma sexta-feira e, por isso, a festa foi na escola, com um bolo partilhado com os amigos. Ele já se entusiasma com estas celebrações, habituou-se com as festas dos colegas.
O tempo passou a correr! A partir dos dois anos há muitas mudanças, a nível comportamental e de autonomia. Notamos como o Dinis quer ser mais independente e fazer as coisas sozinho, mesmo que muitas vezes ainda não consiga.

Zara e Luís

10
Abr19

Vontade de trabalhar

Revista Saúda

zara trabalho.jpg

O estágio que fiz, no seguimento do curso de Auxiliar de Farmácia, correu muito bem. Gosto muito desta área da farmácia: poder ajudar os outros, ouvir, aconselhar. Num balcão de farmácia poderei usar o que estudei na área da psicologia, gerontologia e, agora, da farmácia. É uma área que me fascina!
Tenho muita vontade que aconteça e estou só à espera de algumas decisões familiares para poder ingressar no mercado de trabalho. Não vai ser na farmácia onde estagiei, e onde trabalha o Luís, mas na outra farmácia da família.

Zara

07
Abr19

Minha querida chupeta

Revista Saúda

dinis chupeta.jpg

Quase a fazer dois anos, o Dinis está cada vez mais autónomo. Mas ainda não largou a chupeta. Na escola consegue viver sem ela, mas em casa nem por isso. A chupeta é um pequeno consolo que tem, quando acontece alguma coisa menos boa, se tem sono ou faz uma birra. Já devíamos tê-la tirado, mas nem sabemos quando vamos fazê-lo. Esta é uma fase de grandes desafios. Temos o desmame, o desfralde… Tem de ser uma coisa de cada vez.

Zara e Luís

 

 

31
Mar19

Mastigar? Só às vezes

Revista Saúda

 

BebeSauda_Dinis_IMG_7621.jpg

O Dinis continua muito preguiçoso à hora das refeições, em especial quando está em casa. Já mastiga melhor, mas só o faz quando realmente gosta da comida. Por norma é sempre muito difícil dar-lhe o almoço e o jantar pois ganhou o hábito de rejeitar tudo o que lhe damos para comer. Como ainda mama penso que é por isso que, quando está connosco, rejeita os sólidos. Na escola, as refeições já são temperadas e isso faz com que coma melhor.
Curiosamente e no que toca aos doces, o Dinis come muito bem! Quando há festas de aniversário na escola come tudo o que vê! A educadora de infância e as auxiliares até ficam admiradas com o apetite que ele revela quando há bolo ou outro tipo de doces.

Zara

27
Mar19

A mamã é minha!!

Revista Saúda

 

BebeSauda_Dinis_IMG_7569.jpg

O Dinis ainda gosta e procura muito pelo meu colo. A toda a hora quer mimos, especialmente quando estou a preparar o pequeno-almoço ou estou ao telefone. É um menino muito chorão. Requer muita atenção minha.
Como ainda mama - e muito - acho que isso faz com que seja um bebé mimado. Busca sempre «colinho». Lembro-me que o Miguel também tinha este comportamento e, mesmo quando fez o desmame aos 23 meses, continuou a ser muito ligado a mim. Quando nasceu o Dinis é que ele começou a procurar mais a atenção do pai.

Zara

24
Mar19

Palavras soltas

Revista Saúda

BebeSauda_Dinis_IMG_7801.jpg

O Dinis começa a dar os primeiros avanços na linguagem. Ultimamente, gosta muito de chamar pelos membros da nossa família. Ora chama «pai», «mãe», como também «avô» e «avó». Quando chama pelo irmão não o faz correctamente. Na na escola, há um casal de gémeos e como ele vê o menino chamar «mana» à irmã chama «mana» ao Miguel.
Também já imita novos animais. Se lhe dissermos o nome do animal, ele reage fazendo os respectivos sons. É capaz de imitar o cão, o galo ou a galinha, o pintainho, a vaca e o pato.
Quando está na escola e chega a hora do almoço começa a cantar «papa, papa, papa». Aliás, ele chama «papa» a toda a comida sendo que diz «pão» e «axa», que significa bolacha.
Nem as árvores lhe escapam, quando passamos por uma diz “avre”. E sabemos que também já diz o nome de uma das auxiliares da sala dele, chama-lhe “Nini”.
Zara

20
Mar19

Livros, um gosto para a vida

Revista Saúda

20190209202921 Dinis e os livros.JPG

Os livros são objectos muito importantes na nossa vida. Desde que somos pais temos procurado incutir o gosto pela leitura aos nossos filhos. À noite, quando chega o momento de deitar, dedicamos tempo às leituras e contamos-lhes histórias. É um momento de que todos gostamos muito até porque o Dinis é muito curioso e já demonstra que gosta de folhear os livros.

Luís

17
Mar19

Ser pai

Revista Saúda

 

BebeSauda_TVC5733.jpg

O dia do Pai está a chegar. Para mim, ser pai é uma grande responsabilidade. Quando olho para os nossos filhos vejo duas crianças em constante crescimento e formação. Procuro transmitir-lhes o que penso ser o melhor para o futuro deles: sentido de responsabilidade, segurança, amizade, solidariedade e companheirismo. São estes os valores que no dia-a-dia tento que assimilem, embora nem sempre seja tarefa fácil. Acima de tudo sinto que ser pai é uma aprendizagem contínua, uma troca. Os filhos também ensinam muito aos pais e também eles nos fazem crescer e amadurecer.

Luís

Publicidade

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D