Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

23
Abr19

As noites do Rodrigo

Revista Saúda

mrf19032600063.jpg

 

Ainda é difícil termos noites de sono completas. Por volta das 22h00, 22h30, o Rodrigo está a dormir. Por vezes, acorda às três da manhã, dou-lhe de mamar e meto-o outra vez na cama. Pelas 6h, 6h30 já está acordado. De vez em quando, dorme noites inteiras mas nem sempre. Tenho a sensação de que enquanto estiver muito dependente da mama, vai continuar a acordar durante a noite. Ele bebe um biberão de 270 de leite, dou-lhe mama e mesmo assim acorda.


Vera

28
Fev19

A meio da noite

Revista Saúda

 

mrf19011700013.jpg

Nesta fase, o Rodrigo faz uma coisa muito engraçada: acorda a meio da noite para fazer uma retrospectiva de todas as pessoas que conhece. De olhos abertos começa a dizer o nome de cada um dos familiares. Diz o nome dos avós, tios, o meu e o do Diogo. Depois de fazer esta ‘ronda’ volta a adormecer. Às vezes também faz isto antes de adormecer, e aí até diz o nome de alguns dos nossos amigos. Chega a parecer um momento de meditação, que antecede o sono.
Ana e Diogo

24
Fev19

«Paaai!»

Revista Saúda

BebeSauda_Dinis_IMG_7724.jpg

Quando acorda, o Dinis tem um hábito muito engraçado: chama insistentemente pelo pai. Muitas vezes, sai da nossa cama e vai a correr para a casa de banho à procura do Luís. Para minha surpresa, admito, o Dinis criou uma ligação muito forte com o pai desde muito pequenino. Quando o pai vai trabalhar ou às compras, ele chora – e não é pouco!
Quando o Miguel era bebé chamava mais por mim e, por vezes, até rejeitava o colo do pai nos momentos quando precisava, por exemplo, de ir à casa de banho ou na hora do banho. É caso para dizer que o Miguel é mais menino da mamã e o Dinis é do papá.

Zara

13
Fev19

As heranças do pai

Revista Saúda

rodrigo_soneca.jpeg

 

Contam as minhas tias e os meus pais que, quando eu era pequeno, adormecia em qualquer lado. Chamavam pelo Hugo e lá estava ele a dormir a sestinha. Uma vez, devia ter a idade do Rodrigo, estava à mesa a jantar e simplesmente adormeci. O Rodrigo herdou de mim esse hábito. Sempre que se quebra a rotina do infantário ao almoço, adormece à mesa. Por vezes já come a pestanejar. Ao fim-de-semana o almoço não pode passar das 12h30, porque o resultado é uma sesta à mesa. Ainda hoje, sempre que posso, gosto de dormir a sesta depois do almoço.

 

Hugo

 

19
Jan19

Rotinas do sono

Revista Saúda

 

BebeSauda_Dinis_IMG_7781.jpg

O Dinis está bastante melhor ao nível das rotinas do sono e já dorme períodos mais longos durante a noite. Associo isso a duas razões: por um lado, continuo a fazer co-sleeping, o que faz com que ele sinta o meu toque e o meu cheiro ajudando-o a dormir melhor.
Por outro lado, acredito que os cuidados com a alimentação também estejam a ajudar. Embora não esteja a ser muito fácil para mim perder peso, dado o meu historial clínico, noto que a minha alimentação influencia a qualidade do leite. Por exemplo, se bebo mais chá de camomila ou como mais frutos secos apercebo-me que ele dorme muito melhor.
Zara

28
Dez18

Não é fácil acordar a Margarida

Revista Saúda

Post XX.01.19 - Não é fácil acordar a Margarida

Desde que a Margarida foi para a escola passou a ser necessário acordá-la de manhã. No início foi difícil, custava-lhe bastante levantar-se cedo, sobretudo porque ainda não tínhamos uma rotina fixa na hora de deitar. Quando a acordávamos de manhã ela agarrava-se à almofada e dizia que queria ficar na “naninha”. Aos pouquinhos está a melhorar, até porque arranjei uma estratégia diferente: acordo primeiro o irmão, ela começa a ouvir-nos a falar e vai despertando mais naturalmente. Já acorda mais bem-disposta!
Ana

Publicidade

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D