Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

15
Jun19

As nossas brincadeiras

Revista Saúda

mrf19032600080.jpg

 

Repito sempre as brincadeiras com os dois. Ainda mais agora. A Margarida já se apercebe de muitas coisas e o Rodrigo começa a analisar muito bem se eu faço para ele ou se só faço para a Margarida. Também tenho de fazer com ele. Normalmente, tenho as brincadeiras em conjunto com os dois, para todos ficarem felizes. E adoro.

 

Hugo

 

08
Jun19

Eu sou capaz sozinho!

Revista Saúda

mrf19032500001.jpg

 

O Rodrigo continua a ser um menino de muito alimento, e de autonomia acima de tudo. Ele quer comer sozinho. Tudo o que seja comida, tem de ser grande, não pode ser desfiado nem triturado, tem de ter consistência para ele poder agarrar e dominar. Agora até abre os iogurtes mete a colher e come sozinho.

 

Vera

28
Mai19

Vida a quatro

Revista Saúda

mrf19032500029.jpg

 

A nossa vida deixou de ser a dois há muito tempo, passou a ser a quatro. Os momentos que temos a dois são escassos. Quando o pai está, a Margarida ocupa muita da sua atenção. Depois tem os dez por cento para o Rodrigo. E a mãe fica com um bocadinho. Aproveitamos para estar juntos, conversar quando eles vão dormir.

 

Hugo e Vera

25
Mai19

Quando as saudades apertam

Revista Saúda

mrf19032600080.jpg

 

Quando a Margarida era pequenina, custou bastante estar longe. Estava em período formativo por isso fiquei quase quatro meses fora de casa. Agora as coisas estão mais estabilizadas, não tenho andado tanto fora. Trabalho quatro dias e no quinto dia venho a casa. As novas tecnologias e redes sociais, ajudam bastante. Falamos várias vezes por videoconferência, durante o dia ou à noite.


Hugo

16
Mai19

Qualidade de vida

Revista Saúda

mrf19032500029.jpg

 

Quando forem adultos, os nossos garotos vão ter valores fortes, porque conhecem os vizinhos do lado, tratam-nos pelo nome, podem brincar na rua sem problemas. Vivemos numa pequena cidade com muita qualidade de vida. Eles sentem isso, não estão preocupados nem com transportes públicos nem com o tempo para chegar ao colégio nem do colégio para casa. A Vera trabalha a 20 quilómetros de casa mas faz o percurso rapidamente. Temos muita qualidade de vida. E acredito que isso vai reflectir-se na vida deles: vão ser melhores cidadãos, melhores seres humanos.

 

Hugo

13
Mai19

Sem tempo para mim

Revista Saúda

mrf19032600063.jpg

 

Não sei o que é tempo pessoal há muito tempo. Relaxar, parar simplesmente tem sido muito difícil. Já não me lembro o que é estar sentada no sofá a ver um filme, por exemplo. Quando o Rodrigo e a Margarida estão mais tranquilos, aproveito para passar a ferro, para limpar a casa, enfim, tenho sempre o que fazer... Não sei o que são massagens, ler um livro, estar na rua sem fazer nada, a olhar para os passarinhos há muito tempo. Mas vale a pena.

 

Vera

07
Mai19

Namorar… só em família

Revista Saúda

mrf19032500028.jpg

 

Há meses que não conseguimos fazer um programa a dois. Também porque não queremos, é verdade. Estamos tão pouco tempo todos juntos que, quando estou de folga, aproveitamos para estar todos juntos. Fazemos programas alargados. Um casal tem de ter um tempo próprio para fortalecer e enriquecer o relacionamento, mas com os filhos tudo se altera. Nós conseguimos, de uma forma salutar, conciliar as coisas. Quando eles vão dormir, temos o nosso tempinho só para os dois.

 

Hugo

Publicidade

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D