Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

21
Ago18

Feliz aniversário, amor pequenino

Revista Saúda

ANF_bebe_aniversario.jpg

O nosso Rodrigo faz amanhã um ano de vida. Neste primeiro ano aprendemos que, de facto, o amor de pai e mãe é um amor incondicional. Somos capazes de mover montanhas e fazer de tudo para ver os nossos filhos felizes.

O Rodrigo está a crescer a olhos vistos e, por isso, o balanço é muito positivo. É um menino atento a tudo o que o rodeia: ora aponta para o quer ora bate palmas. Sempre que ouve música começa a dançar.

Também já é capaz de dizer as palavras «Mãe», «Pai», «Avô», «Olá», «Papá», «Cá» (que significa «Dá cá» e «Anda cá»), entre muitas outras que ainda são imperceptíveis. Está tão crescido que até já é capaz de agarrar no apito da irmã fazendo soar umas boas apitadelas.

Para já, anda pela casa toda arrastando o rabo no chão. Com muitas risadas e gritinhos à mistura lá vai dando uns primeiros passos.

A ti, nosso guerreiro, desejamos-te um FELIZ ANIVERSÁRIO. Desejamos que tenhas uma vida cheia de saúde e felicidade. Nós estaremos sempre ao teu lado para te acompanhar em todos os momentos da tua Vida.


Com muito amor dos teus pais e manas, Rita e Margarida. 

Vera Antunes e Hugo Silva

19
Abr18

O respeito

Revista Saúda

 

ANF_bebe_Fundão_47_net74.jpg

Todos temos a nossa maneira de ser. No que toca à educação dos nossos filhos sinto que consigo impor mais respeito e ser mais autoritário do que a Vera. Por exemplo, se eu estiver com o Rodrigo ao colo e o meter na espreguiçadeira, ele fica lá sem qualquer problema, mas se for a mãe a fazê-lo começa logo a chorar e a espernear-se. Não sei explicar qual é a razão para isso acontecer… Talvez seja do tom de voz, há qualquer coisa que influencia. Quando é preciso vestir a Margarida é a mesma coisa. A Vera demora uma hora  e eu faço-o em dez minutos.
Hugo

 

16
Abr18

Por mim e por...ti

Revista Saúda

ANF_bebe_Fundão_06_net33.jpg

Estou a recuperar bem do parto. A bexiga estava um pouco mais relaxada, mas comecei a fazer uns exercícios que me têm ajudado e noto que tenho melhorado significativamente. São exercícios que faço para fortalecer a parte muscular. No que toca à coluna também tenho feito fisioterapia para reforçar, tonificar e melhorar a postura. As dores atingem-me as pernas e a parte lombar. Andar sempre com o bebé ao colo às vezes torna-se complicado. Sinto que estou a recuperar bem. Ainda não recuperei o peso antigo, mas sinto-me bem. Só não digo que estou pronta para outra porque não quero ter mais filhos. Tudo o que estou a fazer ajuda-me a ter uma recuperação melhor.

Vera

09
Abr18

Menos colo

Revista Saúda

 

ANF_bebe_Fundão_39.jpg

É curioso, mas o Rodrigo tem dado menos trabalho do que a Margarida. Por exemplo, quando a Margarida era bebé tínhamos de andar de um lado para o outro com ela ao colo para adormecer. Com o Rodrigo isso já não acontece pois ele adormece deitado na cadeirinha ou à mama. Acima de tudo é um bebé muito bem-disposto. Ele é capaz de acordar quatro a cinco vezes durante a noite mas, assim como acorda, também adormece sem grande demora.  


Hugo

02
Abr18

Explorar, todos os minutos

Revista Saúda

 

ANF_bebe_Fundão_50_net77.jpg

O Rodrigo recebeu um presente curioso: duas pulseiras e um par de meias coloridas. Tem sido muito giro ver como ele reage a estes acessórios. Sempre que está a usá-los tenta agarrar, não só os bonecos coloridos que tem nos pulsos como os que tem nos pés. Esperneia-se e tenta agarrar a zebra e a girafa, que estão na ponta das meias.
Tanto as pulseiras como as meias têm bonecos que, de certa forma, o ajudam a fazer ginástica. É bom ver que o nosso menino está numa fase em que começa a querer explorar tudo o que o rodeia.


Vera

15
Mar18

Um dia de celebração

Revista Saúda

ANF_bebe_Fundão_27.jpg

Sempre foi nosso desejo baptizar o Rodrigo. Já baptizámos a Margarida e, agora, será a vez do nosso filho. Uma vez que temos bastante fé e gostamos da Nossa Senhora de Fátima pretendemos baptizá-lo no dia 13 de Maio, aqui no Fundão. Conversámos sobre esta decisão com os padrinhos e eles concordaram. 

Nessa altura, o Rodrigo já terá nove meses, é uma idade gira. A Margarida foi baptizada quando era mais crescida e chorou muito durante a celebração. Vamos ver se ele se porta melhor do que a irmã. Escolhemos esta data porque é, sem dúvida, um dia que significa muito para nós.


Hugo e Vera

Publicidade

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D