Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

20
Ago19

O desfralde correu bem

Revista Saúda

desfralde.jpg

O Dinis já consegue permanecer um dia inteiro sem a fralda. Na escola colocam-lhe a fralda na hora da sesta e já tem acontecido ela vir seca. Ele tira sozinho os calções e as cuecas, senta-se no bacio e depois despeja-o na sanita. De vez em quando ainda acontece um descuido, mas nada de extraordinário. Achamos que correu bastante bem. Ele foi dos últimos da sala de aula a entrar no processo de desfralde e, se calhar, ajudou-o ver como os outros faziam.

 

Zara e Luís 

19
Ago19

Liberdade, liberdade

Revista Saúda

#MLP 20190628 bebe sauda rodrigo lisboa 019.JPG

 

O estar à mesa para o Rodrigo também se tornou uma actividade diferente. Há uns meses estava preso a uma cadeira. Neste momento tem quase uma cadeira normal. Ele sobe, senta-se e sai.  Não é uma cadeira normal no sentido em que ainda não é igual à nossa. Mas ele consegue subir e sair. Ele acaba de comer e quer ir para o chão, porque quer brincar. E ninguém o impede. No pós-refeição não ficamos muito tempo à mesa e passamos para a zona da sala propriamente dita, que é mais de lazer. Muitas vezes ele pede para lermos um livro, outras vezes fazemos jogos de chão. Esta autonomia fá-lo também ficar mais impaciente e às vezes ainda na cadeira ele pede: «pó chão, pó chão». E nós a brincar com ele respondemos-lhe: «paixão, paixão». Por isso ele também já a canção dos Heróis do Mar.

Ana

17
Ago19

A praia faz bem

Revista Saúda

na praia.jpg

Tentamos ir à praia com os miúdos, pois o contacto com o mar é importante para ganhar alguma imunidade a problemas respiratórios. Ambos têm tido alguns problemas a esse nível, sobretudo o Dinis. Recentemente fez um timpanograma e os resultados deram como se o Dinis ouvisse debaixo de água. Por isso, o pediatra e o otorrinolaringologista recomendaram o contacto com a praia e o mar para limpar as vias respiratórias.

 

Zara e Luís

14
Ago19

Água da boa

Revista Saúda

 

32margarida_.JPG

A regra em nossa casa é beber água. Não costumamos comprar refrigerantes. Se eles beberem um sumo, será um sumo natural. Às vezes faço sumo de laranja. Eles já provaram bebidas com gás, mas não gostaram por isso não pedem. Em relação à comida a Margarida é bastante aventureira. Ela gosta de provar coisas novas. E quase sempre gosta. Nas últimas férias comeu pela primeira vez um hambúrger e adorou. Está fã. Experimentou também algodão doce. O irmão andava a pedir-me há algum tempo, provaram e adoraram. A seguir pediram água.

Ana e Daniel 

 

 

13
Ago19

O Dinis come melhor

Revista Saúda

o dinis come melhor.jpg

Durante o mês em que deixou de mamar, o apetite do Dinis alterou-se completamente. Infelizmente, no final do mês de Junho teve uma grande intoxicação alimentar e, para debelar o processo de perda de líquidos, voltei a dar-lhe a maminha. Desde então voltou a mamar, não tanto como antes, mas mama bem, especialmente à noite. No carro, raramente come, até porque agora mudei de carro e tento ter especial cuidado com a limpeza. Em casa dos avós maternos é que não pára de comer. Está sempre a petiscar. Come com gosto e sem quaisquer restrições. Quando saímos à rua, para ir ao parque, o Dinis acha piada a comer qualquer coisa no banquinho de jardim, especialmente se formos comprar algo ao cafezinho da zona.

 

Zara

12
Ago19

O que fazemos na hora do calor

Revista Saúda

 

 

Hora do calor.JPG

 

Entre o meio dia e meia e as quatro da tarde tentamos estar mais resguardados. Nem sempre saímos da praia. Às vezes ficamos debaixo de um par de chapéus de sol. Mas depende muito da disposição de todos. Há dias que vamos para um restaurante de praia na altura do calor, outros em que vamos mesmo até casa, almoçamos e o Rodrigo dorme a sesta. Temos sempre o cuidado de analisar como estão os raios ultravioleta nesse dia para perceber qual o nível de exposição. Se os dias não estiverem muito quentes, passamos mais tempo na praia. Com protector solar factor 50, claro.

Ana 

11
Ago19

“Cacadas” na escola

Revista Saúda

gosto pela escola.jpg

O Dinis gosta muito de ir à escola. Às vezes até faz uma pequena dança antes de sair de casa. Sabe que sai de manhã  com o mano e o pai para ir à escola brincar com os amigos e fazer “cacadas”, (traduzindo: macacadas). Gosta muito da educadora Raquel e das auxiliares Mari e Nini, está sempre a falar nelas cá em casa. Especialmente a Nini, a pessoa com quem mantém maior ligação afectiva e respeito. Depois da escola, tenta contar alguma coisa que tenha acontecido, seja por meio de alguns exemplos gestuais ou pequenos conjuntos de palavras. Tranquiliza-me imenso perceber que o Dinis adora a escola e tem relações interpessoais próximas e saudáveis com quem cuida dele.
 
Zara

 

Publicidade

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D