Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

14
Nov19

A exploração dos limites e regras

Revista Saúda

IMG_20191031_112230.jpg

A educação parental é sempre fundamental, mas nos dois anos é prioritária. É quando começam a definir a personalidade. A Vera é "coração mole" e facilita mais. Eu, apesar de brincalhão, só falo uma vez e eles cumprem. A presença e afirmação do pai é fundamental nesta fase da educação. O Rodrigo explora e testa os limites ao máximo. É mesmo maroto. É um menino muito activo e é bom vê-lo crescer com saúde. Apesar dos desafios, já percebe os princípios básicos e as regras de uma boa educação. Raramente sai da mesa sem pedir “por favor, pede desculpa à mana quando a magoa e dá-lhe beijinhos. Diz obrigado, entre outras palavras, que nós designamos como mágicas.

Hugo

05
Nov19

Doçura ou travessura?

Revista Saúda

halloween2019.jpg

 

Chegou o dia de as bruxas saírem à rua ou, como diz a Margarida desde que viu o filme "Coco", o "Dia de los Muertos". A Margarida sempre gostou destes dias. Há três anos que fazemos a abóbora e ela veste-se a rigor para ir para a escola. Este ano, o Rodrigo também já fez parte do cenário. O vizinho Paulo ofereceu a abóbora. Adoraram mexer e limpar: espalharam os fios da abóbora pelas cadeiras e o Rodrigo estava tão entusiasmado que teve de ir para a banheira de seguida. Eu recortei e coloquei a vela. No dia 31 de Outubro, foram vestidos a rigor para um dia fantástico e jantámos à luz da abóbora. Houve direito a doçuras mas, como não podia deixar de ser, também houve travessuras.

 

Vera

22
Out19

Um líder nato

Revista Saúda

um lider nato.jpg

O Rodrigo é muito teimoso e um bocadinho gozão. Noto mesmo que é um garoto que gosta muito de brincar. Sabe que faz mal e ri-se a seguir. É daquelas crianças que, não tenho dúvida nenhuma, vai ser líder. Tem uma personalidade muito vincada mas também é brincalhão. Dá-lhe um tom de criança atrevida mas gostosa, por assim dizer. Gosto de ver uma criança mais desinibida, mais activa. Ele vai ser uma criança muito dinâmica e feliz.

Hugo

14
Out19

“Já não uso fralda!”

Revista Saúda

Já não tenho fralda.jpg

O Rodrigo vai para o infantário com três ou quatro pares de cuecas. Numa semana, já pedia para fazer chichi e cocó. Já vai a correr sozinho para fazer. Também há acidentes, claro. No segundo ou terceiro dia em que lhe comecei a fazer o desfralde lembrou-se de, depois de eu ter feito as camas todas de lavado e limpado a casa, fazer chichi na cama dele. E também fez na minha cama… mas  está a correr muito bem.

Vera

07
Out19

Manos parecidos

Revista Saúda

Manos parecidos.jpg

Com esta idade, a Margarida era mais autónoma a nível da linguagem do que o Rodrigo. Com pouco mais de um ano dizia tudo. Mas no comportamento são bastante parecidos. A Margarida também o estimula e provoca. Ele quer fazer tudo o que a irmã faz. Agora adora fazer exercício físico e tudo serve para isso. Se a Margarida dá uma cambalhota, ele dá também. E sem medo. É bastante aventureiro.

Vera

03
Out19

“É mesmo não, mãe?”

Revista Saúda

É mesmo não.jpg

O Rodrigo está numa fase muito engraçada, no pico do crescimento. Deixou de ser bebé, passou a ser uma criança. Já fala muito, percebe tudo e interage imenso. Às vezes sabe que está a fazer asneiras, chama-nos e mostra o que está a fazer. Sabe que não deve. É muito provocador. Se lhe dizemos para não fazer uma coisa, com cara de travesso, faz mesmo. O único ponto menos positivo é estar a começar a fase das birras. Mas tudo isso serve de aprendizagem. Ajuda sermos pais de segunda viagem porque temos as ferramentas para parar uma birra.

Vera

14
Set19

Mexer é bom e dá saúde!

Revista Saúda

exercício_

 

A prática regular de actividade física proporciona uma melhoria no bem-estar das crianças e ajuda ao desenvolvimento das suas habilidades psicomotoras e emocionais. Por influência principalmente da Margarida, que adora saltar à corda, jogar à macaca, correr e saltar, o Rodrigo adora mexer-se. É engraçado que tudo serve para fazer exercício: sofás, cadeiras, enfim... Nós apoiamos e colaboramos pois o exercício físico permite desenvolver habilidades de controlo, coordenação, equilíbrio, resistência e agilidade em diversas actividades pessoais e sociais.

 

Hugo

20
Ago19

As pinturas do menino Rodrigo

Revista Saúda

 

A Margarida tinha uma secretária com um banco que já não usava no quarto dela. Num sábado, lembrei-me de que estava na altura de o partilhar com o Rodrigo. Bem, ele adorou! Está sempre a sentar-se lá a fazer desenhos ou, como diz a Margarida, “grandes riscalhadas". O que mais adora é fazer o pai. Está em tudo o que desenha.

 

16
Ago19

"Xim", mãe

Revista Saúda

 

A palavra preferida do Rodrigo era "não". Agora, diz muitas vezes "xim". Já conseguimos conversar com ele, tem bastante vocabulário e é muito engraçado. Ele percebe tudo o que lhe dizemos e relaciona as coisas. É uma fase fantástica. Ainda no outro dia lhe coloquei o boné ao contrário e ele disse: "Não é axim o né", e tirou-o. Eu coloquei bem e perguntei: “É assim, então?”, e ele respondeu: "Xim, mãe".

13
Ago19

Aprender a reutilizar

Revista Saúda

 

Sempre adorei reutilizar produtos. Houve um tempo que o Hugo me dizia que tinha um caixote de lixo em casa, porque aproveitava as cápsulas do café, bocados de tecidos, rolos de papel, garrafas de vidro e de plástico para fazer artesanato e tinha tudo num caixote no escritório. Com o nascimento dos filhos, o tempo ficou reduzido para o artesanato e grande parte das coisas foi para o lixo mas, sempre que possível, fazemos brinquedos e utensílios juntos. Temos um projeto para fazer porta lápis e a Margarida fez uma moldura muito gira com paus de gelado.

Publicidade

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D