Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

07
Dez18

Viajar com os mais novos

Revista Saúda

 

Farmacéutica.jpg

 

Viajar com os mais pequenos, sair da rotina, conhecer um novo lugar, experimentar coisas novas e experienciar emoções, é proporcionar aos mais pequenos o desenvolvimento de aptidões, que o pacote de uma viagem envolve.

Se está a planear viajar com as crianças no inverno, antes de começar a fazer as malas, consulte a previsão meteorológica no destino. Opte por levar apenas, o número de mudas de roupa para os dias da estadia, mais uma. Leve os produtos de higiene diária, como o creme de banho, o hidratante corporal e o creme da muda da fralda em tamanhos mais pequenos.

 Na mochila deve guardar, além do brinquedo preferido, o gorro, o cachecol e as luvas, que vão proteger as zonas do corpo mais expostas ao frio. Leve consigo o batom do cieiro e o cold cream, renovando a sua aplicação no rosto e nas mãos. Uma embalagem de toalhetes em formato pocket deve andar sempre à mão.

Os miúdos adoram explorar os novos lugares, e por vezes além de colecionarem memórias, trazem um arranhão de recordação.

No kit farmácia em de viagem, não pode faltar o soro fisiológico para limpar a ferida, o spray antisséptico, o creme cicatrizante e os pensos rápidos. Junte o termómetro, a água do mar em caso de congestão nasal, e o medicamento para a dor e febre.

Quando chegar ao destino guarde o kit num local fresco e seco, longe das crianças e… desligue o complicómetro, aproveite as férias!

Luísa Leal, Farmacêutica

www.afarmacêutica.pt

 

23
Nov18

Cuidados a ter com a pele do bebé no frio

Revista Saúda

Farmacéutica.jpg

 

Além de manter o bebé quentinho é preciso manter a pele saudável.

A pele das crianças é imatura, com tendência para a secura, devido à reduzida actividade das glândulas sebáceas e sudoríparas, responsáveis por proteger a superfície da pele da desidratação.

Assim há gestos que devem ser evitados, porque alteram a capacidade da pele de reter a água provocando a sua secura:

- O aquecimento e o ar acondicionado reduzem a humidade do ar ambiente, deixando a pele mais seca

- Banhos prolongados, frequentes e quentes, removem os lípidos da pele, responsáveis por protege-la da desidratação

- Produtos de higiene não adequados para a pele da criança

Quais os cuidados?

- Opte pelos banhos curtos com água tépida

- Escolha produtos suaves, sem sabão, com pH próximo da neutralidade, e substâncias hidratantes

- Aplique na pele ainda húmida, um creme hidratante para proteger a pele da secura

No Inverno, opte por um creme cold cream, para o rosto e corpo do bebé. Além de nutrir a pele durante mais tempo, vai restaurar a barreira cutânea e protegê-la das intempéries.

Redobre a atenção e a dose de creme, nas zonas do corpo expostas às diferenças de temperaturas, como as mãos, maçãs do rosto e os lábios.

Aconselhe-se com o seu farmacêutico na escolha dos produtos mais adequados à pele do bebé.

Luísa Leal, Farmacêutica

www.afarmacêutica.pt

 

09
Nov18

Espirros e ranhocas

Revista Saúda

 

 

Farmacéutica.jpg

 

 

É normal os bebés espirrarem com frequência, é um mecanismo natural para expulsar as secreções.

A limpeza do nariz deve ser feita com cuidado e superficialmente, utilizando a ponta de um lenço de papel limpo. 

Se a criança tem o nariz entupido e/ ou as secreções se tornam mais espessas, vai ter dificuldade em respirar, por isso é necessário facilitar a sua remoção:

- Incentive a criança a beber mais líquidos

- No banho promova a respiração do vapor de água durante aproximadamente dez minutos

- Utilize sem exageros um aspirador nasal que seja adequado à idade do bebé, para remover o muco. A aspiração das secreções não é uma manobra agradável para os mais pequenos, por isso é necessário fazê-lo com calma e serenidade escolhendo um local confortável e uma posição relaxante.

- Aplique soro fisiológico ou sprays de água do mar para ajudar na limpeza do nariz, evitando assim complicações posteriores como infecções do ouvido (otite), sinusite ou tosse. Ao libertar o bebé do excesso de muco está a ajudar a criança a respirar correctamente, garantindo um sono tranquilo. Melhora igualmente a  alimentação.

Luísa Leal, Farmacêutica

www.afarmacêutica.pt

26
Out18

O nariz do bebé está entupido

Revista Saúda

 

Farmacéutica.jpg

 

É normal os bebés espirrarem com frequência, é um mecanismo natural de expulsar as secreções.

A limpeza do nariz deve ser feita com cuidado e superficialmente, utilizando a ponta de um lenço de papel limpo. 

Se a criança tem o nariz entupido e/ ou as secrecções se tornam mais espessas, consequentemente vai ter dificuldade em respirar, por isso é necessário facilitar a sua remoção:

- Incentive a criança a beber mais líquidos;

- No banho promova a respiração do vapor de água durante aproximadamente dez minutos;

 - Utilize sem exageros um aspirador nasal que seja adequado à idade do bebé, para remover o muco. A aspiração das secrecções é uma manobra nada agradável para os mais pequenos, por isso é necessário fazê-lo com toda a calma e serenidade escolhendo um local confortável e uma posição relaxante.

- Aplique soro fisiológico ou sprays de água do mar para ajudar na limpeza do nariz, evitando assim complicações posteriores como infecções do ouvido (otite), sinusite ou tosse. Ao libertar o bebé do excesso de muco está a ajudar a criança a respirar corretamente, garantindo um sono tranquilo e que se alimenta sem qualquer dificuldade.

 

Luísa Leal, Farmacêutica

www.afarmacêutica.pt

Publicidade

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D