Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

20
Mai19

Quero a minha cama de volta

Revista Saúda

Dinis na cama dos pais 1.JPG

Na escola o Dinis nunca teve problemas para dormir. A educadora conta que basta mudar-lhe a fralda, dar-lhe a chupeta e aconchegá-lo. Não precisa que o adulto fique ao pé dele. Quanto muito, às vezes tenta levantar-se, mas quando elas lhe dizem para se deitar ele vai e fica tranquilo.
Em casa está a ser mais difícil. O Dinis ainda não adormece sozinho, precisa do colo da mãe e da mama para adormecer. Às vezes faz a sesta na cama dele mas à noite, mal acorda a primeira vez para mamar, passa para a nossa cama e fica lá o resto da noite. A juntar a isto, há noites em que o Miguel também acorda e vai para a nossa cama. Ficam lá os três e eu tenho de ir para o sofá. As noites são um pouco atribuladas e eu ando com algumas saudades de dormir na cama.
O desmame é uma decisão da mãe e, embora falemos nisto, ainda não aconteceu e nem temos data prevista. Deve estar para breve. Temos de experimentar colocar o Dinis no quarto do Miguel, ele parece dormir melhor quando está ao lado do irmão.


Luís

17
Mai19

Pipocas não podem faltar

Revista Saúda

cinema em casa 1.JPG

Os fins-de-semana são um desafio constante. Como estamos sempre com os nossos filhos, temos de arranjar formas de entretê-los nos "longos" sábados e domingos. Uma das coisas que fazemos é vermos um filme em família. E, claro, as pipocas caseiras desaparecem nos primeiros 20 minutos da história.

 

Zara e Luís 

 
16
Mai19

Qualidade de vida

Revista Saúda

mrf19032500029.jpg

 

Quando forem adultos, os nossos garotos vão ter valores fortes, porque conhecem os vizinhos do lado, tratam-nos pelo nome, podem brincar na rua sem problemas. Vivemos numa pequena cidade com muita qualidade de vida. Eles sentem isso, não estão preocupados nem com transportes públicos nem com o tempo para chegar ao colégio nem do colégio para casa. A Vera trabalha a 20 quilómetros de casa mas faz o percurso rapidamente. Temos muita qualidade de vida. E acredito que isso vai reflectir-se na vida deles: vão ser melhores cidadãos, melhores seres humanos.

 

Hugo

13
Mai19

Sem tempo para mim

Revista Saúda

mrf19032600063.jpg

 

Não sei o que é tempo pessoal há muito tempo. Relaxar, parar simplesmente tem sido muito difícil. Já não me lembro o que é estar sentada no sofá a ver um filme, por exemplo. Quando o Rodrigo e a Margarida estão mais tranquilos, aproveito para passar a ferro, para limpar a casa, enfim, tenho sempre o que fazer... Não sei o que são massagens, ler um livro, estar na rua sem fazer nada, a olhar para os passarinhos há muito tempo. Mas vale a pena.

 

Vera

08
Mai19

O Dinis já colabora na arrumação

Revista Saúda

_DSC1521.JPG

Ainda não pedimos muito a colaboração do Dinis nas tarefas domésticas. Às vezes pedimos-lhe para ir buscar a fralda ou as toalhitas. Isso ele já faz. Também já ajuda a arrumar os brinquedos dele. Uma das diversões do Dinis é tirar tudo das gavetas e despejar no chão os baldes das peças de encaixar. Mas agora explicamos-lhe que tem de ajudar e ele colabora.
Na escola incentivam os miúdos a arrumar os brinquedos depois das actividades e isso é uma grande ajuda para fazerem o mesmo em casa. A educadora diz que são competências que temos de continuar a estimular para se reforçarem no futuro.

 

Zara e Luís

07
Mai19

Namorar… só em família

Revista Saúda

mrf19032500028.jpg

 

Há meses que não conseguimos fazer um programa a dois. Também porque não queremos, é verdade. Estamos tão pouco tempo todos juntos que, quando estou de folga, aproveitamos para estar todos juntos. Fazemos programas alargados. Um casal tem de ter um tempo próprio para fortalecer e enriquecer o relacionamento, mas com os filhos tudo se altera. Nós conseguimos, de uma forma salutar, conciliar as coisas. Quando eles vão dormir, temos o nosso tempinho só para os dois.

 

Hugo

05
Mai19

O desmame não está fácil

Revista Saúda

BBSauda_Dinis18_BR.jpg

À medida que a idade vai avançando o Dinis fica mais apegado. Ele mama muito, várias vezes por dia, mesmo durante o dia. Quando vou busca-lo à escola a primeira coisa que ele pede é mama, dou-lhe logo ali, no parque de estacionamento. Quando eu e o Luís comentamos que está na hora de acabar com a amamentação, ele percebe e ainda quer mais.
O Miguel também mamou até muito tarde mas, desta vez, está a custar-me mais desmamar. Com o Miguel eu estava em sofrimento, por não dormir. Ele dormia na cama dele e eu tinha de acordar para lhe dar de mamar. Com o Dinis adoptámos a técnica do co-sleeping por isso amamentar não tem sido prejudicial para o meu sono. Ele mama mesmo comigo a dormir.


Zara

Publicidade

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D