Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

16
Dez18

Margarida na escola

Revista Saúda

Post Margarida na escola 16.12.18_1.jpg

No início foi difícil, mas pouco a pouco a Pitocas começou a gostar cada vez mais de andar na escola. Já não chora quando chega e, na hora da sesta, adormece sozinha. Estas sonecas foram, provavelmente, o mais difícil de conseguir. A Margarida sempre gostou de adormecer enquanto mamava, daí a dificuldade. Ter deixado a mama foi crucial. Quando vou buscá-la fico muito contente a vê-la a brincar com as outras meninas. Por vezes, já no corredor, oiço-a chamar «óoo Igiiia» (educadora) repetidamente, e em tom de brincadeira. Deixa-me tranquila que ela goste tanto da escola como da educadora.
Ana

 

 

12
Dez18

Parabéns filha

Revista Saúda

 

20181206_bebe_sauda_rodrigo_fundao_003_MLP.jpg

A 10 de Dezembro fizeste quatro anos. Quatro anos de um amor impossível de descrever. A Margarida tem algo especial que cativa qualquer pessoa. Desejamos que ela continue a ser sempre feliz, com aquele sorriso contagiante. Muitos parabéns princesa linda do nosso coração. Que o teu dia seja repleto de magia e todos os teus sonhos se realizem. Um Grande beijinho da mãe, do pai, da mana Ritinha e do mano Rodriguinho.

Vera 

 

07
Dez18

O nosso pestinha

Revista Saúda

 

BebeSauda_Dinis_IMG_7737.jpg

Nestes últimos meses temos verificado que o Dinis tem uma personalidade um pouco mais traquinas e rebelde. Procuramos não comparar os filhos, mas acabamos por fazê-lo sem o querer e, no que toca à rebeldia, o Dinis é muito mais agitado do que o irmão.
Ele faz muitas asneiras e não cede às repreensões. Tem o hábito de abrir as gavetas, despejar as caixas dos brinquedos pela casa toda e no fim, com um ar maroto, chama-nos para irmos ver a asneira que fez.
Às vezes é divertido, outras vezes torna-se cansativo. E, por vezes, o Miguel também fica chateado pois ajuda a arrumar as coisas que o irmão espalha. Pouco depois o Dinis volta a desarrumar tudo. Enfim, faz parte da idade.
Luís

06
Dez18

A importância do não

Revista Saúda

 

ANF_bebe_Fundão_Ago18_29.jpg

 

Não sou hostil com o Rodrigo, tenho sempre presente que ele ainda é muito pequenino e está num processo contínuo de aprendizagem. A estratégia é ensinar o não. Porque é a partir do primeiro ano que se ensina o não. Não lhe batemos obviamente, nem faz sentido. Mesmo que lhe desse um açoite ele não sabe o que significa. Às vezes subo o tom de voz e explicando-lhe que a asneira não deve ser levada a cabo. Mas ele insiste e chora. Determinado, tenta levar a sua avante. Com o tempo há-de aprender que não é não.  

Vera 

 

30
Nov18

A hora da birra

Revista Saúda

ANF_bebe_Fundão_Ago18_03.jpg

  Nunca sou agressiva com o Rodrigo, ele ainda é um bebé e está a aprender a conviver com a regras da casa. Para já, a estratégia é ensinar o não. Porque é nesta fase que se ensina. Evidentemente que não lhe bato. Não se justifica. Mesmo que lhe fosse dar uma palmada, ele não sabe o que é uma palmada. A técnica é falar mais alto explicar-lhe que não se mexe ali. Ele insiste, chora, esperneia e deita-se para o chão. É chamada a hora da birra.  

 

Vera

27
Nov18

O ano das rotinas

Revista Saúda

Net_ANF_bebe_StaCruz31.jpg

 

Ao completar um ano de vida o bebé traz para a família outros hábitos importantes. Estamos a ensinar o Rodrigo a lavar os dentes e isso fará parte da rotina do final do dia. Ele está a começar a dizer adeus às coisas. Dizemos adeus aos brinquedos antes de irmos para o quarto descansar. Isso são coisas que ele agora compreende melhor. De vez em quando telefonamos para os avós, ele gosta e diz-lhes: olá, adeus e manda beijinhos. Mas isso faz para toda a gente. É muito charmoso.   

Ana e Diogo

 

Publicidade

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D