Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

21
Out18

Beijinhos de mãe curam

Revista Saúda

Mag_111.JPG

Se há coisa que não falta cá em casa é arnica. Ando sempre com isso. Ainda não tivemos nenhum susto grande que nos obrigasse a recorrer a primeiros socorros… Eu sou mais stressada do que o pai. Não tenho nem os instintos nem as reacções dele que, se acontece alguma coisa, vai logo levantá-los do chão ou pôr gelo. Se por exemplo o Daniel cai, a primeira coisa que faço é pegar nele ao colo e abraçá-lo. Diz-se que os beijinhos da mamã curam muita coisa.


Ana

17
Out18

O pai é fixe!

Revista Saúda

Mag_071.JPG

O tempo em que consigo estar com os meus filhos é pouco. Nessa minha janela de oportunidade procuro não passar o tempo inteiro a mandar vir com eles e a corrigi-los. Se eu puder fazer palhaçadas para ganhar mais uns créditos extra... Tenho um medo terrível que eles não gostem de mim e do Benfica, não necessariamente por esta ordem [risos].

Tento é não fazer nada que eles possam ver como adverso. Prefiro que pensem: «O pai só traz coisas fixes». É a história do polícia bom e o polícia mau. Mas, atenção, quando for preciso eu vou dizer-lhes «não». Isto de ser um pai ‘fixe’ é só nesta fase inicial.

Daniel

09
Out18

Primeiras diabruras

Revista Saúda

BebeDinisif_TVC3634.jpg

O Dinis já faz umas boas diabruras. Não pára e tenta mexer em tudo. Até já aconteceu abrir o armário da casa de banho e deitar para o chão tudo o que lá estava dentro. Tem um espírito brincalhão e já faz as coisas com intenção de provocar. Uma travessura que ele faz regularmente é derramar o copo de água do irmão. O engraçado é que ele só faz isto para ver a nossa reacção.


Luís

02
Out18

Onde está a cabeça? E o nariz?

Revista Saúda

BebeDinis_TVC3591.jpg

O Dinis já identifica algumas partes do corpo humano. Na brincadeira fizemos-lhe perguntas sobre o assunto e apercebemo-nos que ele já sabe indicar a barriga, a cabeça, o pé, os olhos, e a boca. Também já consegue distinguir muito bem animais em livros ou desenhos animados. Os cavalos e os cães são, para já, os animais de que gosta mais.
Luís

16
Set18

Férias: o que é isso?

Revista Saúda

IMG_20180823_103206.jpg

Depois de ser mãe nunca mais soube o que eram férias. Ser mãe (ou pai) é algo muito bom e, como se costuma dizer, é mesmo o melhor do mundo. Mas também é muito trabalhoso, exasperante e desgastante. Quando não se tem filhos nas férias é só levantar, vestir qualquer coisa, tomar o pequeno-almoço e ir para a praia o dia inteiro. Com filhos é bem diferente: é preciso dar pequenos almoços, não esquecer o protector solar, os chapéus e ainda preparar uma mochila com mudas de roupa, brinquedos, fraldas e lanches.
A juntar a tudo isto: verificar, mentalmente, duas (ou três ou quatro) vezes se não nos esquecemos de nada.
Mas sabem que mais? As caritas risonhas e os gritos de alegria e a excitação compensam tudo. Sempre.

Ana

 

07
Set18

É tão difícil estar doente, meus filhos…

Revista Saúda

IMG_20180823_102213.jpg

É no mínimo desafiante cuidar de duas crianças tão pequenas quando se está doente. Há dias tive uma infecção no ouvido e isso tornou a situação um pouco mais difícil cá por casa.
Por estar a amamentar tive restrições no que toca a medicamentos e isso aumentou exponencialmente o desafio de cuidar dos miúdos. Nestes dias é essencial ser paciente e manter a calma. Quando estou doente a cuidar dos miúdos não consigo ter a energia e o ânimo necessários e que é exigido por duas crianças que só querem brincar.
Foram dias maus, cansativos e longos, mas ser mãe é para a vida toda. Como sempre, lá consegui dar a volta e dar conta do recado.

Ana

Publicidade

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D