Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

23
Jun19

Relutância em comer em casa

Revista Saúda

20190326_BBSaudaDinis_RNA3954_BR.jpg

O Dinis já consegue comer sozinho e está muito autónomo nesta área. O único senão é que ele na escola come bem, todas as refeições, mas em casa não. É muito esquisito com as nossas comidas, não sabemos porquê. Fora de casa come um pouquinho melhor, por exemplo na casa dos avós ou no restaurante.
Também não ajuda o facto de ainda estar a ser amamentado. Como fica alimentado, isso talvez lhe desvie um pouco o interesse da comida. Com o Miguel também foi assim, por isso sabemos que, mais dia menos dia, ele vai começar a comer bem.

Zara e Luís
 
 
08
Jun19

Eu sou capaz sozinho!

Revista Saúda

mrf19032500001.jpg

 

O Rodrigo continua a ser um menino de muito alimento, e de autonomia acima de tudo. Ele quer comer sozinho. Tudo o que seja comida, tem de ser grande, não pode ser desfiado nem triturado, tem de ter consistência para ele poder agarrar e dominar. Agora até abre os iogurtes mete a colher e come sozinho.

 

Vera

29
Mai19

Sopa, massa e fruta

Revista Saúda

margarida_33.JPG

 

Qualquer um dos nossos filhos come muito bem. Mesmo quando estão doentes não perdem o apetite. A sopa é sagrada, adoram. Segue-se o prato principal e na sobremesa não falha a peça de fruta. Comem muita fruta e têm uma alimentação muito variada. Adoram peixe, o que não é comum em crianças tão pequenas. Somos muito sortudos, porque há miúdos que são um castigo para comer. O prato preferido da Margarida é massa e sopa. Todos os dias tento dar-lhes uma peça de fruta diferente com excepção da maçã e da banana que é a fruta habitual da escola. Em casa procuro dar-lhes frutas mais exóticas.

Ana  

09
Abr19

A alimentação do Rodrigo

Revista Saúda

 

Tento que o Rodrigo coma alimentos com fibra para o ajudar a equilibrar o trânsito intestinal, o que nem sempre é fácil. A ameixa é uma das frutas que ele adora comer, mas não pode ser aos pedaços. Tem de ser inteira. É um menino muito autónomo em tudo. A refeição não é excepção!

 

02
Abr19

Comida? Só inteira!

Revista Saúda

1.jpeg

 

O Rodrigo bebeu pelo biberão muito poucas vezes. Desde muito pequeno, mostrou bastante autonomia à refeição. Aos 18 meses, sinto que está a crescer e a desenvolver-se muito bem: já não quer o biberão, prefere um copo com palhinha. Também não quer o frango desfiado mas uma perna de frango na mão. E já prefere uma peça de fruta para roer, não a quer cortada. Se insisto, exclama logo: "Não. Dar de comer ao Rodrigo, nem pensar, eu já sou crescido.” O único problema é o estado em que a cozinha fica às vezes. Ainda por cima, quando é repreendido por deitar a comida para o chão, resmunga. Então, vamos deixar comer o nosso pequenote. Ele ainda está a aprender.

Hugo e Vera

31
Mar19

Mastigar? Só às vezes

Revista Saúda

 

BebeSauda_Dinis_IMG_7621.jpg

O Dinis continua muito preguiçoso à hora das refeições, em especial quando está em casa. Já mastiga melhor, mas só o faz quando realmente gosta da comida. Por norma é sempre muito difícil dar-lhe o almoço e o jantar pois ganhou o hábito de rejeitar tudo o que lhe damos para comer. Como ainda mama penso que é por isso que, quando está connosco, rejeita os sólidos. Na escola, as refeições já são temperadas e isso faz com que coma melhor.
Curiosamente e no que toca aos doces, o Dinis come muito bem! Quando há festas de aniversário na escola come tudo o que vê! A educadora de infância e as auxiliares até ficam admiradas com o apetite que ele revela quando há bolo ou outro tipo de doces.

Zara

10
Mar19

À mesa, como gente grande

Revista Saúda

O Dinis já consegue comer sem a nossa ajuda. Recentemente ganhou um novo hábito: quando estamos à mesa quer sentar-se numa cadeira das nossas. Está na fase da imitação e, como vê que estamos cada um num lugar, também quer ter um.
Acreditamos que o facto de frequentar a creche o tem ajudado a ser cada vez mais autónomo pois as educadoras de infância ensinam as crianças a sê-lo.

Luís

28
Jan19

O exemplo a seguir

Revista Saúda

Há um ano o Rodrigo começou a introdução à alimentação complementar. Foi um período muito engraçado de muita experiência nova e aprendizagem, tanto para ele como para nós. Um ano passou e começou a comer sozinho. Muitas vezes está a comer a sopa e pede para comermos também, como se fôssemos o "exemplo a seguir". Isso leva-nos a perceber que ele está muito atento a tudo o que fazemos e somos de facto o exemplo dele. Portanto nada melhor do que comer bem, respeitar o momento à mesa, aproveitar para contarmos por exemplo como foi o nosso dia. Este momento a três fortalece a relação como família. E sim, todos temos que comer a sopa.


Diogo

Publicidade

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D