Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

23
Jan18

O balanço da minha licença

Revista Saúda

 

 

_MG_2978.jpg

 

Sou uma pessoa muito activa e passar muito tempo fechada em casa não é coisa que me preenchesse a 100%.  Ao longo da licença tentei sempre estar com os nossos amigos e convidar pessoas para me virem fazer companhia. Havia dias que tinha amigos a almoçar cá em casa outros em que íamos passear, porque sinto que me faz bem o contacto. Houve sempre aquele momento em que ia ao computador e a minha equipa dava-me feedback do trabalho. Nunca me consegui desligar completamente do mundo social, nem do mundo do trabalho. Sempre tentei que esse mundo permanecesse, sendo que 95% da minha atenção estava virada para o Rodrigo. Ao longo dos meses fomos descobrindo algumas rotinas que podíamos fazer a dois ou a três. Ajuda o facto de usar o pano que amarro junto mim e ele adormece instantaneamente. Por isso ele nunca foi impeditivo que andasse pela casa a arrumar ou até preparar o almoço. Há uma gelataria ao pé de casa e íamos (e continuamos a ir) comer gelados com amigos. Vamos também muito ao Careca (pastelaria). Em simultâneo consigo passar horas com ele, a namorar e continuar com actividades que me fazem bem, e onde o posso incluir. Uma coisa que era ponto assente era tentar manter a Ana que existia, antes do Rodrigo nascer. Acho que esse tem sido o segredo para uma maternidade plena e feliz. 

 Ana

Publicidade

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D