Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

27
Ago19

“Ó malhão, malhão”

Revista Saúda

 

O ‘Malhão’ é uma música que o Rodrigo já canta e dança há imenso tempo. Aliás, sempre que ouve uma música, começa a dançar. Parece ter nascido com o ritmo certo. Sempre que colocamos músicas infantis, ele dança mas, quando chega o Malhão, temos direito a coreografia e tudo.

24
Ago19

Dois anos de muita alegria

Revista Saúda

 

rodrigo_2anos.jpg

 

Todos os dias lutamos para que a alegria e a felicidade façam parte do dia-a-dia da nossa família. Os aniversários são mais momentos de alegria e convívio. O Rodriguinho fez dois anos no dia 22. Com decoração do Panda, a festa foi muito animada. O momento alto da festa foi quando o próprio Panda apareceu para dançar com a criançada. Fazemos tudo para ver os nossos filhos felizes. Que o sorriso seja uma constante e a vida o melhor palco para brincar. Nunca percas essa sede de descobrir e de alegrar tudo. Parabéns, nosso amor pequenino!

 

Os pais e manas que te adoram

 

22
Jul19

Abracinhos e beijinhos

Revista Saúda

IMG_20190505_114915.jpg

 

A Margarida é um amor com o Rodrigo, muito protectora. A maturidade é evidente, e adoro quando o chama de "Rodrigo" em vez de "Rodigo". Nele também é bastante visível o amor pelas manas, principalmente quando agarra as fotos dos três e abraça dizendo "manas”. Tem tanto de amor como de travessura: de vez em quando, também puxa o cabelo e morde na irmã.

 

Vera

08
Jun19

Eu sou capaz sozinho!

Revista Saúda

mrf19032500001.jpg

 

O Rodrigo continua a ser um menino de muito alimento, e de autonomia acima de tudo. Ele quer comer sozinho. Tudo o que seja comida, tem de ser grande, não pode ser desfiado nem triturado, tem de ter consistência para ele poder agarrar e dominar. Agora até abre os iogurtes mete a colher e come sozinho.

 

Vera

16
Mai19

Qualidade de vida

Revista Saúda

mrf19032500029.jpg

 

Quando forem adultos, os nossos garotos vão ter valores fortes, porque conhecem os vizinhos do lado, tratam-nos pelo nome, podem brincar na rua sem problemas. Vivemos numa pequena cidade com muita qualidade de vida. Eles sentem isso, não estão preocupados nem com transportes públicos nem com o tempo para chegar ao colégio nem do colégio para casa. A Vera trabalha a 20 quilómetros de casa mas faz o percurso rapidamente. Temos muita qualidade de vida. E acredito que isso vai reflectir-se na vida deles: vão ser melhores cidadãos, melhores seres humanos.

 

Hugo

13
Mai19

Sem tempo para mim

Revista Saúda

mrf19032600063.jpg

 

Não sei o que é tempo pessoal há muito tempo. Relaxar, parar simplesmente tem sido muito difícil. Já não me lembro o que é estar sentada no sofá a ver um filme, por exemplo. Quando o Rodrigo e a Margarida estão mais tranquilos, aproveito para passar a ferro, para limpar a casa, enfim, tenho sempre o que fazer... Não sei o que são massagens, ler um livro, estar na rua sem fazer nada, a olhar para os passarinhos há muito tempo. Mas vale a pena.

 

Vera

27
Abr19

“Olha eu a fazer coisas que não posso”

Revista Saúda

mrf19032500008.jpg

 

Já conseguimos perceber o temperamento do Rodrigo. Sabe o que faz bem e mal, distinguir o que os pais acham estar bem ou mal e brincar com isso. Tem um ar de gozão. Também já nos coloca à prova muitas vezes. Faz muitas coisas que sabe que não pode mas faz na mesma, só para ver a reacção dos pais.

 

Hugo

Publicidade

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D