Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

04
Fev19

Vida de campo

Revista Saúda

1. Vida de Campo.JPG

Temos imensa sorte de ter parte da família a viver fora das grandes cidades pois isso permite-nos ter uma ligação maior ao campo e à natureza.
Quando vamos ter com os avós de Torres Vedras, tentamos sempre dar um salto à casa das bisavós onde podemos colher laranjas, tangerinas, abóboras, couves e tantas outras coisas boas.
É uma oportunidade óptima para o Rodrigo ganhar a noção de que os alimentos que come vêm da terra e requerem esforço e dedicação para tratar e colher. Ele gosta imenso de explorar e sempre que pode aproveita para provar os alimentos. Ou não fosse ele um excelente garfo!

Diogo

01
Fev19

A salvo do frio mas em segurança

Revista Saúda

Farmacéutica.jpg

 

Estamos na estação do ano em que os dias são mais frios e a verdade é que os perigos do frio vêm tanto das condições meteorológicas como daquilo que nós fazemos para delas nos protegermos.

Para se manter a si e aos seus em segurança, é necessário ter algumas precauções importantes:

·         Mantenha a temperatura da casa entre os 18ºC e os 21ºC (use um termómetro num local visível para controlar  a temperatura),

·         Utilize equipamentos próprios de aquecimento; aquecimento central, aquecedores a óleo ou eléctricos, evitandos quaisquer outros equipamentos de aquecimento de exterior.

·         Vede as fendas das portas e janelas, para evitar a entrada de ar frio e a saída de calor.

·         Não durma perto de qualquer fonte de calor ligada e evite correntes de ar frio dentro de casa,

·         Escolha botijas de água quente bem vedadas e forradas para evitar queimaduras,

·         Opte por calçado antiderrapante e bem ajustado aos pés para evitar as quedas,

·         Redobre a atenção quando estiver perto das fontes de calor, e desligue-as antes de se deitar ou sair de casa.

E não se esqueça que é fundamental manter o corpo quente, dando especial atenção aos mais pequenos, porque perdem calor mais facilmente do que os adultos. Assim deve vestir várias camadas de roupa em vez de uma única, porque além de manter o calor do corpo, facilita a transição entre os ambientes exterior e interior.

Luísa Leal, Farmacêutica

www.afarmacêutica.pt

01
Fev19

Sentimento de culpa

Revista Saúda

IMG_20190119_204037.jpg

Já tirámos uma tarde para fazer um almoço prolongado, sem olhar para o relógio, enquanto os miúdos estavam na escola. Neste caso, o sentimento de culpa fica mitigado, mas quando vamos ao cinema à noite, e deixamos os meninos com os avós, sinto sempre que estou a prescindir do pouco tempo que tenho com eles, como se estivesse a roubar-lhes ainda mais um bocadinho.
Não digo isto no sentido altruísta, é mesmo de forma egoísta: “São meus e eu quero estar mais este bocadinho com eles ou qualquer dia já não me ligam puto!”. Mas faz parte, a Ana precisa disso, nós precisamos disso. Com o tempo eventualmente irei aceitar as saídas a dois com mais naturalidade.


Daniel

Pág. 4/4

Publicidade

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D