Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

14
Ago18

Rodrigo, o baterista

Revista Saúda

O nosso bebé gosta muito de música e reage muito bem a esse estímulo. Ultimamente temos-lhe dado um conjunto de instrumentos que ele gosta muito de tocar como o metalofone, a maraca ou a pandeireta. Mas o preferido dele é a bateria.

Basta dar-lhe umas baquetas para a mão e é vê-lo feliz. Ainda por cima a minha irmã resolveu oferecer-lhe uma bateria no aniversário e é vê-lo todo contente a utilizá-la. Mas, claro, está reservada para a casa de praia em Santa Cruz onde o barulho incomoda menos os vizinhos. Em nossa casa eu diria que qualquer coisa serve para replicar a bateria, como podem ver pelo vídeo que partilhamos. É o nosso pequeno baterista!


Ana

13
Ago18

Noites sem dormir, ou não…

Revista Saúda

Ultimamente a Margarida anda a dormir mais horas seguidas. Mas se a Margarida dorme melhor é o irmão que faz das suas. O Daniel já está no quarto dele e acorda muitas vezes durante a noite. E chama-me: mamã quero leitinho, quero ir para a tua cama, ou simplesmente: mamã, fiz xixi. Qualquer desculpa serve para chamar. Ou seja, as minhas noites são praticamente iguais.

Ana

 

Ana&Daniel172.jpg

 

As minhas noites continuam tranquilas. Tenho uma vantagem o Daniel só chama a mamã. Se eu lá for acudi-lo volto para trás porque ele só quer a mãe. Ainda que eu eventualmente acorde, tenho essa desculpa.

Daniel

 

12
Ago18

Ele assobia!

Revista Saúda

Este feito é inédito. Acho que nunca conhecemos nenhum bebé que assobiasse, mas o nosso filho assobia! Tudo começou com a careta que começou a fazer e com a qual ganhou a a alcunha de ‘Biquinho’. Depois disso ele começou a entender que se puxasse o ar para dentro, a boca fazia barulho e daí até ao assobio foi um instante. Agora, quando lhe pedimos para o fazer, ele assobia todo contente. E, claro, espanta meio mundo pois ninguém está à espera que ele assobie realmente. Há quem diga que ele até já assobia melhor que alguns adultos. Eu acho que é a veia musical (afinal ele quis nascer durante um concerto) a mostrar-se cedo. Acham que sim?


Diogo

10
Ago18

Cenas de irmãos

Revista Saúda

1_dia018.jpg

De modo geral o Daniel ainda algum receio de tocar na irmã. Mas de vez em quando esquece-se. E quando damos por ela, vai dar-lhe um abracinho e beijinhos, mas depois puxa-lhe o cabelo. Ou seja, tem uns pequenos eclipses de carinho. 
No carro, por exemplo, ele gosta muito de cantar. E quando a irmã está a chorar, ele canta, canta. Ainda não percebi se é para não ouvir a irmã, se é para acalmá-la, de qualquer forma resulta. E até ela canta um bocadinho com ele. É muito giro de ver. Eu acho que ela está a crescer e ele começa a achar-lhe alguma piada. É engraçado ver essa interacção entre irmãos. A mim deixa-me expectante para o futuro. Não sei qual dos dois é que vai bater mais no outro, mas acho que vai ser muito engraçado ver a dinâmica entre eles.


Ana e Daniel

Publicidade

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D