Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

20
Dez17

Ponto de encontro

Revista Saúda

Furadouro019.jpg

 

O River restaurante foi dos primeiros restaurantes que o Daniel me levou, quando começámos a namorar. É um sítio muito bonito e quando vamos visitar o Daniel ao trabalho, vamos lá almoçar os quatro. Tem à frente um parque muito bonito onde costumo ir passear com os meninos. O Daniel (filho) gosta de ver os patinhos. Então visitamos o papá e damos uma voltinha, os três, eu e os meninos. Entretanto o papá já voltou para o trabalho. Às vezes o papá também se junta a nós no passeio, até porque o Daniel gosta muito de correr com o pai e andar lá a passear.

 Ana 

19
Dez17

Conversas a dois... de madrugada

Revista Saúda

mrf20170831_MG_180200065.jpg

 

As nossas conversas a dois têm sido mais frequentes durante a madrugada. Por volta das 03h00 ou 04h00 da manhã é quando vamos conversando. Quando o Rodrigo acorda e está a mamar conseguimos falar um bocadinho mais. Como acordamos durante a noite já não conseguimos voltar a dormir e é aí, nesses momentos, que vamos falando.
Durante as noites, o Hugo fica de olho na Margarida e eu com o Rodrigo. Ainda no outro dia falava com o Hugo e dizia-lhe que temos de fazer um programa a dois, ir ao cinema. Deixamos os meninos com os avôs e saímos só os dois. É algo que não temos tido oportunidade de fazer.

Vera

18
Dez17

A hora do conto

Revista Saúda

 

ANF_Bebe_Belem_023.jpg

 

Tenho estado a contar as “Fábulas de Esopo” ao Rodrigo. Noto que, quando lhe estou a contar a história, ele tende a ficar mais calmo e calado. É muito engraçado ver isso. Não sei se ele está a perceber alguma coisa ou não, mas a introdução de palavras novas, a forma como nos expressamos a contar a história capta a atenção dele… E é também uma boa forma de introduzirmos vocabulário novo que no dia a dia não usamos. Tenho estado a contar-lhe histórias em português, mas daqui a uns tempos será a inglês. Queremos que ele se vá acostumando à língua inglesa.

Diogo

16
Dez17

De pequenino se torce o pepino

Revista Saúda

mrf20170831_MG_194300085.jpg

 

Eu sou, sem dúvida, o mais rígido da família. Sou eu quem põe mais regras. A Vera é muito mais liberal. Sabemos quais os valores de educação que queremos transmitir ao Rodrigo e à Margarida, que sejam pessoas educadas com toda a gente e saibam conviver com todos os adultos e crianças. Para nós é importante aprenderem a pedir licença para sair da mesa ou dizer ‘obrigado’… São estas pequenas grandes diferenças que acreditamos vão fazer com que cresçam e sejam adultos educados. É em tenra idade que se transmitem os grandes valores de família e nós tentamos transmitir isso às nossas crianças desde os primeiros dias de vida.

Hugo

Publicidade

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D