Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

22
Set17

Mexe as pernas, meu filho

Revista Saúda

Ainda não comprámos brinquedos para o Rodrigo, mas quisemos desde logo investir no chamado "ginásio". É um tapete que estimula os sentidos do bebé através de diferentes texturas e cores que ele pode explorar. Os bebés recém-nascidos têm muito pouca coordenação motora, mas uma coisa que fazem bem é mexer as perninhas. O parque que escolhemos tem uma parte didáctica específica para dar com os pés que dá música e tem luzes de acordo com os movimentos do bebé. A verdade é que pontapé a pontapé o nosso filho começa a interagir com o mundo que o rodeia.

Ana

21
Set17

Mal te vi, chorei...

Revista Saúda

mrf20170831_MG_161800040.jpg

Fiquei muito comovida ao ver-te. Quando foi o nascimento da tua irmã Margarida não chorei. Lembro-me que estava muito contente por ela estar bem, mas não chorei. Desta vez, não sei o que me deu... Talvez tenha chorado ao ver-te pela primeira vez porque esta foi uma gravidez com vários percalços. Não sei… Sei que não consegui conter as lágrimas e dei por mim a chorar quando te puseram pele a pele comigo. Para nasceres houve um esforço grande, tive de fazer muita força, mas não deixei que a dor me dominasse. Sabia que se me concentrasse na dor ia ficar imediatamente descontrolada. Ignorei-a e foquei-me no acto em si: o teu nascimento. Fui uma mãe em apertos, mas muito consciente.

Vera

20
Set17

Família, aqui vamos nós!

Revista Saúda

 BebeDinis_TVC4577.jpg

Está decidido: vamos fazer viagem até ao Norte! Vamos até ao Porto, Famalicão, Braga. Eu e a Zara decidimos que este ano vamos fazer uma visita à família dela. Esta ideia de lá irmos é algo que já tínhamos como projecto a realizar já há algum tempo. Deste ano não passa, vamos fazer as malas e rumar ao Norte. Normalmente é ao contrário, são os familiares do Norte que rumam até ao sul. Desta vez, vamos encher o carro de tralhas típicas de uma família com crianças e lá vamos nós conhecer todas essas zonas e familiares. Vai ser um reencontro muito bom porque alguns familiares não só não conhecem o nosso filho Dinis como também não conhecem o Miguel.

Luís

19
Set17

O pai já vem...

Revista Saúda

 

ANF_Alive_010.jpg

A ideia de ficar sozinha em casa a cuidar do Rodrigo enquanto o Diogo está a trabalhar até é uma ideia confortável para mim. Mas também é algo desafiante. Gosto muito de trabalhar e do que faço, e, por isso, vai ser uma fase diferente. Por um lado, não tenho o Diogo ao meu lado e ele é um verdadeiro companheiro em tudo... Por outro lado, tenho o Rodrigo a crescer, vai ser bom vê-lo a evoluir comigo. Neste momento, nada substituiria isto, é mesmo muito bom termos esta oportunidade de podermos estar com ele em casa.

Ana

18
Set17

Levem-me para casa!

Revista Saúda

mrf20170831_MG_169400049.jpg

Não estava previsto ir ao hospital no dia em que o Rodrigo nasceu. De segunda para terça-feira já tinha começado a ter contracções, de 10 em 10 minutos. O Rodrigo mexia-se muito e o Hugo achou que devíamos ir ao Hospital. Eu achei que não era necessário. Contra a minha vontade, e satisfazendo os desejos do pai, lá fomos. Nos registos tive a indicação de que ele estava bem mas quando fui observada pela médica fiquei a saber que tinha de ficar internada. Decidiram que o melhor era induzir o parto. Voltei a insistir e a dizer à médica que me sentia bem e que estava capaz de voltar para casa e aguardar que viessem as contracções normais. Uma enfermeira disse-me, pouco depois, que a médica já me tinha dado comprimidos e o trabalho de parto ia acelerar. Eu não queria ficar internada por duas razões: não tinha as contracções ditas normais e, sobretudo, porque não me tinha despedido da minha Margarida. Desatei num choro… mas lá fiquei.

 

Vera

Publicidade

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D