Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

19
Jun17

Um moço porreiro

Bebé Saúda

 

 

Dizia o pediatra, Horácio Paulino que, em teoria, o segundo filho é mais fácil que o primeiro. Em teoria, porque chegámos à primeira consulta do Dinis cheios de perguntas. Mas o que nos estava mesmo a preocupar era a uma tosse insistente a seguir às mamadas. Depois de ouvir o coração e os pulmões na auscultação o médico explicou-nos que a dita tosse nada tem a ver com expectoração, mas que será causada por refluxo, assim como os bocadinhos de leite que lhe vêm à boca. Ajuda pôr o berço inclinado, pô-lo a arrotar entre mamadas até por causa dos soluços e não esquecer que é obrigatório lavar o nariz com soro fisiológico antes dele comer para que tenha as vias aéreas desentupidas. Mas é óptimo sinal que já tenha recuperado o peso que tinha ao nascer. Em termos de amamentação nunca tivemos problemas: O Dinis pegou no peito mal nasceu. Agarrou-se ao colostro e depois ao leite. Como ele não abria ainda bem os olhos foi-lhe prescrito um colírio três vezes ao dia, sem esquecer a toma diária da vitamina D. Os angiomas planos na pálpebra irão desaparecer com o tempo. Falámos ainda dos cocós e dos xixis diários e também a posição em que ele deve estar no berço. Que é de barriga para cima. Tem que ir-se alternando a posição da cabeça. Para a esquerda ou para a direita.O pediatra esclareceu que hoje em dia a vacina BCG só se realiza em casos seleccionados por isso o Dinis não a fará. O nosso bebé portou-se muito bem na marcha, movimento reflexo próprio dos recém-nascidos. O Luís saiu da consulta a dizer que «ele está um moço porreiro».

 

Zara 

 

Publicidade

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D