Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

20
Jun17

O ritual dos afectos

Bebé Saúda

mrf20170417_MG_977900001.jpg

 

 

O ritual é igual todos os dias. Chego a casa e vou logo à procura do meu filho. A primeira coisa que faço, antes de despir o casaco, é abraçá-lo. A Ana diz que nem sequer me apercebo disso. Só a seguir é que vou ter com ela e dar-lhe o beijinho da praxe. Ainda na maternidade comecei a tomar conta do bebé. A mudar a fralda e a vesti-lo. A Ana não podia porque tinha acabado de fazer uma cesariana. Em casa continuei a fazer tudo. Dou-lhe banho, mudo as fraldas, dou-lhe o jantar e até sou eu que cozinho para todos. E brinco. Brinco muito com ele. A primeira vez que peguei nele foi emocionante. A minha vida mudou completamente no momento em que o vi. Já estava à espera, mas podemos processar tudo da forma mais racional que há, mas quando chega a hora H, é tudo completamente diferente. Não se explica, não se prevê. Posso dizer que senti o instinto de paternidade com dez anitos, quando nasceu a minha irmã. Por isso não tenho receio nenhum quanto à vinda da Margarida. Será muito bem-vinda.

 

 Daniel 

Publicidade

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D