Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

06
Out17

A crosta láctea: gestos que cuidam

Bebé Saúda

 

IMG_5849.jpg

Um mês depois de o bebé nascer, chegou o dia de tirar a foto de família para oferecer às tias e às avós no Natal, para pôr na moldura vazia em cima da lareira.Posam todos de roupa bem engomadinha; o pai ajeita o papillon, a mãe dá um retoque final no vestido e pega no pente para pentear o bebé e dar aquele toque final. Ora dá-se o click da câmara e duas coisas são capturadas: pequenas (mas notórias) crostas amareladas no pente e na cabeça do bebé, e a consequente expressão de interrogação da mãe.

Mãe de primeira viagem foi apanhada de surpresa pela “inofensiva” crosta láctea. Papás, nada tem a ver com a falta de higiene do bebé!

Pergunta da praxe: o que está a acontecer ao meu bebé? Há uma produção excessiva de sebo pelas glândulas sebáceas que seca e transforma-se em placas formando escamas amarelas oleosas que se concentram e formam crostas.
Agora mantenha a calma e continue a ler… além do couro cabeludo também pode aparecer nas orelhas e rosto, dos lados do nariz, peito e ao longo das dobras de pele, nádegas e outras partes do corpo onde existam glândulas sebáceas.Há culpados? Sim, as hormonas! Pensa-se que são produzidas pela mãe e antes do nascimento passam para o bebé, são responsáveis pela produção invulgar de sebo. Mamã vamos respirar fundo pois pode durar entre duas a seis semanas.

A boa notícia é que alguns cuidados durante a higiene das zonas afectadas associados aos produtos adequados é meio caminho andado para fazer desaparecer a crosta láctea.
Quais são os gestos que cuidam?

Primeiro: aplicar um produto emoliente adequado à crosta láctea no couro cabeludo seco e nas zonas afectadas com uma massagem suave. Deixar actuar trinta minutos.
Segundo: lavar com um champô extra suave massajando cuidadosamente o couro cabeludo com a ponta dos dedos para amolecer as crostas.
Terceiro: com a ajuda de uma escova de cerdas suaves libertam-se as escamas.
Quarto: enxagua-se e seca-se suavemente com uma toalha macia.

Se a mamã repetir diariamente estes cuidados vai evitar a acumulação de escamas oleosas e prevenir o seu reaparecimento. Em breve a moldura terá a ilustre foto da família e as tias e avós uma lembrança para guardar na carteira.

 

Luísa Leal, Farmacêutica

www.afarmaceutica.pt

Publicidade

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D