Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Histórias de Amor

Blogue das aventuras de quatro bebés e os conselhos de um pediatra.

Histórias de Amor

15
Dez17

O primeiro dente

Bebé Saúda

 

Farmacéutica.jpg

 

O aparecimento do primeiro dente é um acontecimento muito importante e aguardado por todos os pais. Pode ocorrer por volta dos seis ou oito meses de idade, variando de bebé para bebé.

A erupção do primeiro dente pode ser acompanhada por inflamação da gengiva, que pode ser dolorosa, e pelo excesso de salivação, o bebé baba-se muito.

Nem sempre provoca febre, mas, se ocorrer, costuma ser baixa e passageira. Os pais devem contactar o pediatra caso a febre seja alta ou persistir durante mais de três dias.

 

Ajudar a aliviar:

  • Embeba uma compressa esterilizada em água fria e aplique-a na gengiva do bebé
  • Aplique um gel gengival, primeiros dentes, sobre as gengivas do bebé para acalmar, refrescar e proteger
  • Dê um anel de dentição que possa ser colocado no frigorífico. A superfície com relevos torna-o um objecto agradável para o bebé morder, refrescando a boca e as gengivas sensíveis
  • Dê muito mimo e tente distrair com o que o bebé gosta

 

A higiene oral do bebé deve ser iniciada antes do nascimento do primeiro dente. Diariamente, após as refeições, utilizando uma gaze esterilizada ou dedeira, deve limpar as gengivas para remover as bactérias.

 

 

Luísa Leal, Farmacêutica 

www.afarmaceutica.pt  

 

15
Dez17

Sono, o maior dos desafios...

Bebé Saúda

ANF_Bebe_Belem_008.jpg

Se fizer um balanço destes meses de vida do Rodrigo, diria que um dos maiores desafios de sermos pais tem sido gerir as horas de sono. É uma coisa que não sabemos de que modo acontece. Quando deixamos o Rodrigo no berço não sabemos quantas horas vai dormir. Se durante o dia não faz muita diferença, já à noite faz. O Diogo tem de ir trabalhar… e eu também. Eu diria que o sono foi o mais complicado de gerir. Mesmo assim, ele tem feito noites de seis ou oito horas seguidas. Adormece por volta das 20h00, o que significa que às 04h00 ou 05h00 está a acordar e acaba por cair no meio da ‘nossa’ noite e ciclo do sono. Como gosta de estar embrulhadinho, temos sempre de acordar e aconchegá-lo muito bem. Caso contrário, já sabemos que o sono vai ser mais difícil.

Ana

14
Dez17

A primeira feira

Bebé Saúda

Feira de São Martinho.jpg

 

Não pensem que depois da época balnear, a diversão acaba em Portimão. Em pleno Outono realiza-se a feira anual da cidade. Como em anos anteriores marcámos a nossa presença, já que gostamos destas tradições. Enquanto o Miguel se divertia nos carrosséis, o Dinis ficou muito atento e curioso com as luzes e o barulho. Quando os ruídos eram mais intensos chorou um bocadinho. O regresso a casa foi acompanhado de farturas e castanhas assadas como manda a tradição.     

Luís 

13
Dez17

Para mais tarde recordar

Bebé Saúda

_Y3A4847.jpg

Temos estado a aguardar na caixinha de tesourinhos tudo o que faz parte do crescimento do Rodrigo. Está lá colocado o cordão umbilical, a pulseira da maternidade e também a carta que escrevi para ele ler quando tiver 16 anos. Escrevi-a quando ainda estava grávida, tinha umas 12 semanas de gravidez e ainda não sabia se ia ser mãe de um menino ou de uma menina.

Vera

12
Dez17

Música para todas as horas

Bebé Saúda

Furadouro040.jpg

 

Tinha uns 14, 15 anos quando comecei a ouvir Pearl Jam. Ouvi aquilo pela primeira vez e pensei: «O que andei a ouvir até agora e porque é que isto me soa a música?»

Esta banda nunca dá dois concertos iguais. Não apresentam duas vezes o mesmo alinhamento e tocam muitas músicas de outras bandas. Foi através deles que descobri Pink Floyd, The Who, Neil Young, Ramones e fiquei a conhecer Bruce Springsteen mais profundamente. Comecei a gostar de uma série de bandas graças a covers de Pearl Jam.  E só depois fui descobrir de onde é que aquilo vinha. Sei hoje que todas estas bandas lhes serviram de inspiração. Porque são músicos muito distintos que formam ali uma amálgama espectacular. Acabei através deles por intensificar bastante a minha cultura musical. É uma banda sonora que tem tudo. Tanto tem música próximas do metal, como umas baladas de rock incríveis. Quando a Margarida está a chorar eu ponho-a ouvir Pearl Jam porque pode ser que resulte. Ou, para azar de todos, canto-lhes muitas das suas músicas.

 

12
Dez17

Ser dadora de leite

Bebé Saúda

 

ANF_Bebe_Belem_013.jpg

Quero ser dadora de leite, tenho estado em contacto com as responsáveis. Sei que o leite materno é o melhor para o meu bebé e, por isso, sinto que é bom existirem mães a ajudar outros bebés a ficar mais fortes e a crescer de forma saudável. É pena muita gente desconhecer o Banco de Leite Humano. Eu também não conhecia, foi uma amiga quem me falou. Nestes primeiros meses de vida do Rodrigo em que tenho tido mais leite vou doar. Para quem nos lê basta lembrar que às vezes com 50 mml de leite podemos ajudar muitos outros bebés a serem saudáveis e mais fortes. Se nós doamos sangue, porque não doar leite? 

Ana

10
Dez17

Tudo para ti, Margarida

Bebé Saúda

bolo_margarida.jpg

Hoje é o aniversário da nossa princesa Margarida e vamos fazer tudo para tornar o seu dia mágico! O tema escolhido da festa é a Frozen e a Margarida vai ter direito a coroa e tudo. A nossa filha é uma menina cheia de energia e muito feliz. Rodeada de amigos e família a sua festa será mágica e o sonho realizado, com muita alegria, música e animação.

Vera e Hugo

09
Dez17

Logística vezes dois

Bebé Saúda

_MG_3384.jpg

 Adoro os fins de semana porque o Daniel está em casa de manhã. Posso dormir a manhã toda com o Daniel (filho).  Ficamos ali os dois aninhadinhos. O pai, com a Margarida ao colo, joga Playstation de manhã à noite. À uma da tarde o Daniel faz um assadinho para o almoço. Depois arrumo a cozinha e trato dos meninos, o Daniel (filho) dorme a sesta e eu volta e meia aproveito para ir às compras. Faça chuva ou faça sol vamos comer um gelado. Aos sábados à noite vamos jantar fora, ou a casa dos pais do Daniel. Vou sempre abastecida com duas malas carregadas de fraldas, toalhitas, cremes, soro fisiológico e às vezes até levo um termómetro. Ando sempre munida com casacos e duas mudas de roupa. Babete nunca, esquecemo-nos sempre do babete. Ando com tudo atrás. Ultimamente falha sempre qualquer coisa, porque são dois sacos e não é tão fácil.  É uma logística mais complicada. Mas o Daniel leva uma mochila e eu outra. Parece que além do leite a miúda suga-me a memória.

Ana 

Publicidade

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D